O que acontece durante um processo de cremação?

Alternativa à inumação

Como funciona a Cremação?

No processo de cremação, uma opção cada vez mais utilizada como alternativa à inumação tradicional, o caixão é colocado na câmara de cremação, onde a temperatura é elevada até cerca de 980 graus centígrados. Após cerca de duas horas e meia, toda a matéria orgânica é consumida pelo calor ou pela evaporação. Os fragmentos de osso restantes são depois cuidadosamente removidos da câmara de cremação.

Todo o metal é removido por meio de um íman e depois apresentado de uma forma mais apropriada. Os restos da cremação são depois processados em pequenas partículas e colocados num pequeno recipiente temporário providenciado pelo crematório ou numa urna adquirida pelos familiares.

O processo completo demora aproximadamente três horas. Durante o processo, um sistema de etiquetagem cuidadosamente controlado assegura a correcta identificação dos restos mortais.

Durante o processo de cremação, o corpo é exposto a chamas e calor directos. A cremação é levada a cabo pela colocação do falecido num caixão ou noutro tipo de contentor, que depois é colocado, por sua vez, numa câmara de cremação e sujeito a calor e chamas intensas.

Acessórios e dispositivos médicos

cremaçãoAntes da cremação, é necessário retirar pacemakers e outros dispositivos médicos, porque podem explodir quando sujeitos às altas temperaturas, danificando o equipamento e podendo ser prejudicial para o pessoal do crematório.

Outro tipo de acessórios, como jóias, será destruído durante o processo de cremação. Nesse sentido, qualquer bem que se pretenda guardar deve ser removido pelo responsável do funeral antes do caixão ou contentor ser inserido na câmara da cremação.

Processo de cremação na Lusitana

A política da Agência Funerária Lusitana (http://www.aflusitana.pt/servicos) tem como ponto de honra o respeito, a dignidade das famílias que lhe remetem as exéquias fúnebres de um ente querido. Entre os serviços prestados pela Lusitana, encontram-se, além do processo de cremação, os que se seguem:

  1. Atendimento 24 horas
  2. Veículos exclusivos
  3. Pessoal devidamente qualificado, uniformizado e identificado
  4. Obtenção de toda a documentação inerente
  5. Serviços de exumação e trasladações
  6. Tanatopraxia (técnica para conservação do corpo)
  7. Tanatoestética (preparação estética dos cadáveres)
  8. Cremação/Inumação
  9. Serviço de florista
  10. Anúncios de necrologia
  11. Água, café e chá
  12. Campas, jazigos e todos os serviços em mármores e granitos
  13. Contratos em vida

No contacto com os especialistas ao serviço da Lusitana, através do número grátis 800 208 542, será escutado, acompanhado e aconselhado por um profissional, perfeito conhecedor dos trâmites locais.

Publicado em Cremação a por .

Sobre Vasco Simões

Jovem de 33 anos, depois de estagiar com vários especialistas, nalguns casos, com mais 25 anos de experiência, desenvolve a sua atividade enquanto mestre de cerimônias desde 2010 na Lusitana, procurando conjugar a tradição com a inovação, aportando uma nova imagem ao setor. Liderando uma equipa que reflete o espirito da Lusitana, o compromisso na escuta e acompanhamento das pessoas que nos procuram, a prestação de serviços adaptada a cada um, cultiva e promove valores fundamentais na atividade, tendo como resultado; contemporaneidade, segurança e confiança. Mestre de cerimonia da Lusitana, com formação em Legislação laboral e da atividade funerária,orçamentação e faturação de produtos e serviços funerários,procedimentos burocráticos relativos ao óbito,prevenção de riscos na atividade funerária;psicologia do luto, tanatopraxia e tanatoestética.

2 thoughts on “O que acontece durante um processo de cremação?

  1. Pingback: Cremação: como funciona este método ancestral?

  2. Pingback: Onde são os fornos crematórios em Portugal?

Os comentários estão fechados.